Workshop em Gurupi aborda uso do controle biológico e transgenia na agricultura
  • Terça-feira, 24 de Outubro de 2017 as 07h 49m
  • Quinta-feira, 26 de Outubro de 2017 as 14h 56m
  • Imprimir
  • Por Samuel Lima | Publicado: Segunda, 23 de Outubro de 2017, 17h29

Workshop em Gurupi aborda uso do controle biológico e transgenia na agricultura

Workshop foi realizado no anfiteatro do Câmpus da UFT em Gurupi (Foto: Camila Rodrigues de Melo Martins/Divulgação)

Nesta segunda-feira o Câmpus de Gurupi sediou o Workshop "Controle Biológico e Transgenia no Manejo de Pragas - Desafios e Perspectivas". Durante todo o dia ocorreram palestras abordando diversos aspectos do tema. O evento é promovido pelo Programa de Pós-graduação em Produção Vegetal (PGPV), do Câmpus de Gurupi.

O coordenador do evento, professor Raimundo Wagner de Souza Aguiar, destacou a importância das discussões, tendo em vista que o Tocantins é um dos estados inseridos na expansão da fronteira agrícola e, com isso, também registra aumento no uso de agrotóxicos. "Chegamos à uma condição que o combate químico não resolve e precisamos de outras formas. Com o advento do controle biológico, destacamos que é possível obtermos eficácia no controle de pragas mas, também, é preciso bom senso na utilização para que este não se torne um problema. A tecnologia também carece de inovações", pontua o coordenador do evento.


O diretor do Câmpus professor Gil Rodrigues, enfatizou a importância do Câmpus de Gurupi em sediar o evento, tendo em vista também a questão da fronteira agrícola e das demandas por estas geradas. "Este evento é importante para a formação acadêmica não só na graduação mas também na pós-graduação - em nossos mestrados e doutorados. O Câmpus de Gurupi vem se fortalecendo nessa área de pesquisa, que é feita de acordo com as demandas locais", frisou o diretor.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, presente no evento também como pesquisador, destacou o contato com outros pesquisadores de fora da UFT e também de âmbito internacional como fator relevante para a participação em eventos do gênero. "Esse contato só vem engrandecer a formação dos alunos; o estabelecimento de parcerias é o que precisamos hoje para poder fazer pesquisa de qualidade", disse o pró-reitor.

O estudante Marony Pereira de Almeida Santos destacou a importância do evento por trazer pesquisadores de fora. "Eles conseguem (traduzir) para nós o que está ocorrendo em torno do controle biológico e transgenia na agricultura", pontuou.


Palestras

Durante a manhã ocorreram palestras sobre "pesquisa básica e aplicada em bactérias entomopatogênica", com o professor Raphael Sanzio Pimenta; sobre "determinantes da especificidade de toxinas de Bacillus thuringienses e do mecanismo de resistência a elas nos insetos-alvo", com o professor Eliseu Pereira. Na parte da tarde as palestras foram sobre "insetos como multiorganismo: aspectos das simbioses com microrganismos", proferida pela professora Paula Benevides; sobre "seleção de microrganismos para o controle de pragas emergentes", com o professor Aloísio Chagas; e "Estado da arte em mecanismo de ação e resistência a Bacillus thuringienses em insetos", com o professor Juan Luiz Forntes, da Universidade do Tennessee (EUA). Ao final está programada uma mesa-redonda sobre "Controle biológico e seus desafios", com encerramento às 18h.

UFT - Campus Universitário de Gurupi - TO
© 2017 - Núcleo de Tecnologia da Informação, todos os direitos reservados.