Pintura indígena e inauguração de espaço no Câmpus para comemorar Dia do Índio
  • Quinta-feira, 19 de Abril de 2018 as 17h 29m
  • Quinta-feira, 19 de Abril de 2018 as 17h 39m
  • Imprimir
  • Por Samuel Lima |Publicado: Quinta, 19 de Abril de 2018, 10h15|Última atualização em Quinta, 19 de Abril de 2018, 15h38

Pintura indígena e inauguração de espaço no Câmpus para comemorar Dia do Índio

Pintura corporal indígena é uma das atividades comemorativas do Dia do Índio em Gurupi (Foto: Valney Valdevino/Divulgação)

Pinturas típicas de festa, inauguração de um espaço próprio para os estudantes indígenas, além de apresentações culturais e rodas de conversa sobre a vivência dos indígenas na Universidade são algumas das atividades previstas para esta quinta-feira (19), em função do Dia do Índio, no Câmpus da UFT em Gurupi. As ações começaram ainda na quarta-feira, com pinturas indígenas.


Inauguração do espaço - Discentes indíginas e docente apoiador do movimento estundantil indígina . Foto : Valney Valdevino

A inauguração do espaço - que será utilizado também para exposição de artesanato indígena e venda de materiais - ocorre às 10h. Ao meio-dia é prevista uma apresentação cultural por indígenas que estudam no Câmpus e à tarde deverão rodas de conversa sobre temas como "Quem somos", "Estereótipos na universidade, descolonizando pensamentos sólidos" e "O indígena na Universidade". Às 17h ocorrerá degustação de comidas típicas, seguido de um encerramento cultural das atividades.


O professor Gabriel Zanatta, do curso de Engenharia Florestal, coordena um programa de extensão que aborda a decolonialidade dos espaços acadêmicos e espaços verdes no Câmpus. Ele desta que "é importante termos cuidado nessas comemorações em trabalharmos os conceitos que a sociedade tem sobre os povos indígenas, comunidades tradicionais e povos tribais ou ainda aqueles povos que seguem outra lógica diversa da sociedade atual".

Concordando com a fala do professor, a estudante indígena Marília Krahô, da comunidade krahô da Ilha do Bananal, município de Lagoa da Confusão, destaca que as comemorações são importantes, mas a importância do indígena não pode ser lembrada apenas num só dia no ano. "Queríamos que toda a atenção que se dá ao indígena e suas questões nesta data ocorresse durante todo o ano". A inauguração do espaço indígena no Câmpus ocorrerá da forma tradicional, com danças, músicas e exposição de artigos de artesanato, além de comidas típicas.

UFT - Campus Universitário de Gurupi - TO
© 2018 - Núcleo de Tecnologia da Informação, todos os direitos reservados.